Verônica Andrade - Advocacia - Publicidade Enganosa é Crime

Blog

10 de Dezembro de 2018

Publicidade Enganosa é Crime

Compartilhar:

47282158_979752608888339_2911192935260363964_n.jpg

Sabe aquele produto que você pegou na prateleira e quando foi passar no caixa o valor estava bem diferente do anunciado? Ou aquele cartaz na frente da farmácia que anunciava um grande desconto, mas na verdade o remédio custava o mesmo valor? 
 
Tudo isso são exemplos de publicidade enganosa, que leva ao erro o consumidor. Preste bem atenção em anúncios tentadores, com grandes descontos anunciados, você pode está sendo enganado!
 
Enquanto a publicidade enganosa é aquela inverídica e que visa levar o consumidor a erro, a publicidade abusiva é aquela que viola diretamente outros valores da sociedade, como a moral e os costumes, são aquelas que mexem com a sua honra, sexualidade, cor, raça, credo, etc.
 
O que fazer? 
 
Para buscar uma indenização, o direito a reparação deverá ocorrer a favor do consumidor quando não for solucionado o vício pelo fornecedor em relação aos produtos ofertados de forma enganosa ou abusiva.
 
Criminalmente, o consumidor deverá levar o caso ao conhecimento da autoridade policial, relatando a ocorrência na Delegacia de Polícia, para que sejam apurados os fatos, as evidências das práticas delituosas, que ferem o Código de Proteção e Defesa do Consumidor.